02 agosto 2013

???

Quem poderia imagina?

Deus te apresenta alguém, e você não percebe inicialmente que na tua frente se encontra o amor, não um amor qualquer, mas um amor diferente de todos os outros.... Talvez te apresenta como um amigo, o melhor amigo, com quem você sorri, chora, viaja, se emociona, se abre, aconselha, se aconselha... Muita sintonia. Enfim, você vive tudo isso com muita intensidade cada dia juntos.
Então, você ora, pede a Deus alguém para amar e ser amada, um amor no seu sentido mais puro e verdadeiro da palavra. Aliás, Deus sabe o quando você é seletiva, você não "da água" a qualquer moço e muito menos seus "camelos", sabe o quanto se guarda... Faz das suas "águas" santas, para desperdiçar com tentativas, é preciosa, cheia de valores!
Então, você conhece o amor, vê nele as características incríveis, quão belos eram seus "camelos"... Então você oferece um pouco de suas "águas", começa com as mais rasas, naturalmente, se sente muito bem de matar a sede de alguém que passava a ser um modelo de oração, você diz "Senhor, quão legal é esse amor, quero um assim, onde tenho prazer em oferecer das minhas "águas" para sacia-lo, como esse que tenho admiração, com esta alegria, com esse carinho, com essa postura, assim seja o meu amor", até que aquele vira, não mais o exemplo de amor perfeito pra você, mas agora se tornava o protagonista das preces... E das suas águas você passa a sacia-lo, e juntamente seus "camelos".
Então a oração muda, você passa a pedir a Deus a permissão para ser a fonte de água daquele amor, você não mais deixaria ter sede.... Como Rebecca e Isaac.

A Deus pertence o sim e o amém. Começa ali um grande amor, e Deus começa a reger uma nova canção, se tem sintonia, linda letra, mas pra que tenha bela canção é necessário ensaio. No ensaio é onde é permitido desafinar, descompassar, tudo para a correção... É necessário atenção no "Maestro" (Deus), para suas coordenadas, até que Ele diga que estar perfeito para juntos cantar a mais bela canção.

Esse amor vale a pena esperar, orar, se guardar, guardar as águas mais profundas, suas melhores águas, onde poderão se afundarem quando prontos... Aguardar o melhor beijo, o melhor abraço, o melhor cuidado, para o melhor amor.

Enfim, não basta termos a mesma letra, a mesma música... Precis a-se que a sintonia esteja perfeita, acordes perfeitos....

Não se faz uma bela canção de amor com uma só voz, com apenas um instrumento, mas antes mesmo da sintonia é preciso saber tocar a canção... A letra nascemos com ela, encontramos o amor, quando encontramos nossa letra cantada por ele, as vezes num arranjo diferente, num estilo diferente... Então vem o momento que o Maestro precisa mais trabalhar, Ele já conhece a música, a letra Ele mesmo escreveu, mas Ele precisa ensinar a tocar o instrumento designado a cada um... É preciso do tratamento individual, aperfeiçoando, afinando vozes, precisa corrigir, passar e repassar tons, vozes, corrigir O TEMPO... Onde vai cada um para seu canto se preparar....
E quando prontos, eis que surge a mais bela canção... Inspirada no Maestro, no Artista maior....

De: Keicyane

Nenhum comentário:

Postar um comentário